Home Azulão Vereadores cobram liberação do Brenão durante sessão da Câmara

Vereadores cobram liberação do Brenão durante sessão da Câmara

4 primeira leitura
1
0

OSVALDO CRUZ – A interdição do estádio Breno Ribeiro do Val, que ainda está fechado por determinação do Ministério Público, segue dando o que falar.

No final de semana, pais de atletas do Talentos 10 de Marília, que vieram acompanhar os filhos que jogaram contra o Osvaldo Cruz pelas categorias Sub-11 e Sub-13, ficaram inconformados em não conseguir assistir à partida e, na parte de fora do estádio, entoaram gritos de Vergonha, Vergonha, Vergonha.

O fato, naturalmente, foi repercutido ontem pelos vereadores durante sessão na Câmara de Osvaldo Cruz.

Quem puxou o coro, em tom de protesto, foi o vereador Roberto Amor Lhana (PV), que pediu apoio aos demais edis para buscar uma solução ao caso.

“Eu acho que nós vereadores temos que abraçar essa causa e fazer um documento ao Ministério Público, para saber o real motivo do estádio estar interditado”, disse Amor.

Quem também fez coro foi o Fábio Bertassi, do PV, que usou a tribuna para lamentar a situação do Brenão.

“Eu não venho aqui saber de quem é a culpa do estádio estar interditado, quem não fez, porque não fez. O que a gente gostaria é que as coisas comecem a acontecer. Eu fiquei chateado no domingo quando recebi áudios de várias pessoas que vieram de Marília e gritavam vergonha, vergonha, vergonha”, lamentou Bertassi.

Entenda o caso

Interditado há duas semanas, o estádio Breno Ribeiro do Val ainda não tem previsão de ser reaberto.

É que o Ministério Público ainda não se posicionou sobre os documentos enviados pela Prefeitura quanto à liberação da praça, que desde o final de agosto está sem poder receber público.

O motivo dos portões terem sido fechados, de acordo com o secretário de esportes osvaldo-cruzense, Odair Cavalcanti, administrador da pasta responsável pelo estádio, está ligado a um “mal entendido” na comunicação referente aos laudos. Parte das arquibancadas do Brenão já está interditada, o que não impediu a obtenção de laudos anteriores, ainda em vigor.

Entretanto, na terça-feira passada, 21, o município recebeu um comunicado judicial, avisando que o jogo desta sexta-feira não poderia receber torcedores. O fato não teve tempo hábil para ser esclarecido, e assim, a Prefeitura acatou a determinação.

“Não havia a necessidade da interdição do estádio, uma vez que o pedido é feito em cima de áreas que não afetam nada, pois estão interditadas. Agora é aguardar. Infelizmente, isso não é de um dia para o outro”, destacou Cavalcanti.

Carregar Mais Artigos Relacionados
Carregar mais por Pedro Afonso da Silva Bruno
Carregar mais por Azulão

Comentários no Facebook

Veja Também

Osvaldo Cruz conhece adversários das categorias Sub-11 e Sub-13

OSVALDO CRUZ – Assim como em 2018, o Osvaldo Cruz Futebol Clube (OCFC) vai disputar …